- PUBLICIDADE -

Odebrecht quer STF investigando vazamentos por conta própria

Odebrecht quer STF investigando vazamentos por conta própria

- PUBLICIDADE -

Inspirada nas recentes decisões do STF, que abriram inquéritos sem aval do MPF, a empreiteira Odebrecht apresentou ao tribunal um pedido semelhante.

A Odebrecht quer que o próprio Supremo Tribunal Federal (STF) investigue vazamentos de documentos envolvidos em colaborações premiadas.

A empreiteira utiliza o argumento de que a Procuradoria-Geral da República (PGR) não estaria cumprindo esse papel apesar de determinação da Segunda Turma do Supremo tomada há cerca de seis meses.

A empresa citou dois precedentes para fazer tal pedido, informa o jornalista Fausto Macedo.

O primeiro foi o aberto em 2018 para apurar ilegalidades na transferência do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, com uso de algemas, de um estabelecimento prisional para outro.

O segundo foi o “inquérito da censura” instaurado em março por decisão do presidente do Supremo, Dias Toffoli, e presidido pelo ministro Alexandre de Moraes.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -