Odebrecht usou PMs para repassar milhões de forma ilícita

Português   English   Español
Odebrecht usou PMs para repassar milhões de forma ilícita
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Agentes usavam carros blindados para distribuir dinheiro em diversos endereços.

Operado pelo doleiro Álvaro Novis, o sistema distribuiu ao menos R$ 37,9 milhões em São Paulo e R$ 81,8 milhões no Rio de Janeiro entre 2011 e 2014.

Os oficiais recebiam uma relação de endereços, recibos e senhas e saíam em dupla em carros blindados lotados de dinheiro da Odebrecht para fazer a distribuição.

Os veículos Volkswagen Polo prata tinham sido comprados do Grupo Petrópolis, também usado pela empreiteira Odebrecht para distribuir caixa 2 de campanha.

Só em São Paulo, ao menos oito PMs da ativa ou aposentados atuaram na distribuição de dinheiro da Odebrecht, ganhando R$ 180 por dia de trabalho, mais do que o ganho diário de um cabo.

Grandes quantias, como R$ 500 mil, eram entregues pelos policiais diretamente aos intermediários indicados pelos políticos em suas residências, escritórios ou flat, informa o portal “R7“.

SIGA A RENOVA

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

Veja também...