Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

OEA confirma manipulação eleitoral de Morales na Bolívia

Tarciso Morais

Tarciso Morais

OEA confirma manipulação eleitoral de Morales na Bolívia
COMPARTILHE

“A equipe auditora detectou uma manipulação dolosa das eleições”, sentenciaram os especialistas da OEA.

O relatório final da Organização de Estados Americanos (OEA) sobre as eleições presidenciais de 20 de outubro na Bolívia confirmou “manipulação dolosa” por parte do governo do ex-mandatário Evo Morales.

De acordo com os resultados finais divulgados na sexta-feira, 25 de outubro, Morales havia sido declarado vencedor com 47,08% dos votos, contra 36,51% do adversário Carlos Mesa

Conforme as regras do sistema eleitoral boliviano, Morales foi declarado eleito para um novo mandato sem a necessidade de segundo turno.

Os especialistas da OEA, no entanto, destacaram a impossibilidade de validar os resultados:

“A partir da esmagadora evidência encontrada, é possível dizer que houve uma série de operações maliciosas destinadas a alterar a vontade expressa nas pesquisas.”

A equipe de auditores denunciou ainda a alteração das atas e o redirecionamento do fluxo dos dados para dois servidores ocultos que não eram controlados pelo pessoal do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE), o que permitiu “a manipulação de dados e das atas”, informa a agência AFP.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram