Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

OEA defende novas eleições na Bolívia com urgência

Tarciso Morais

Tarciso Morais

OEA defende novas eleições na Bolívia com urgência
COMPARTILHE

Morales deixou o posto de presidente e acusou a oposição de promover golpe de Estado.

Em nota divulgada à imprensa, a Secretaria-Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA) informou, nesta segunda-feira (11), que rejeita qualquer “saída inconstitucional” da atual crise política na Bolívia

No poder desde 2006, Morales renunciou ao cargo de presidente neste domingo, 10 de novembro, acusando a oposição de golpe de Estado.

“Diante da crise política e institucional da Bolívia, a Secretaria-Geral da OEA pede pacificação e respeito ao Estado de Direito”, diz o órgão em nota.

Em seguida, segundo o site Metrópoles, a OEA solicita “com urgência” que a Assembléia Legislativa da Bolívia se reúna para “garantir o funcionamento institucional” e “nomear novas autoridades eleitorais que garantam um novo processo eleitoral”.

O Congresso deve se reunir nesta terça-feira (12) para dar início uma série de discussões sobre o futuro do país. 

Enquanto isso, o clima nas ruas é de tensão, com registros de confusões em vários pontos da Bolívia, como noticiou a RENOVA.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.