Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

OEA denuncia ‘discriminação racial’ e condena violência policial no Brasil

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH)
COMPARTILHE

Comissão da OEA pediu para o Brasil adotar “uma política de segurança pública cidadã”.

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), órgão da Organização dos Estados Americanos (OEA), divulgou, neste domingo (2), um comunicado com críticas às forças de segurança do Brasil.

O órgão demonstrou “profunda preocupação com os recordes históricos de ações policiais violentas registradas durante o primeiro semestre deste ano nos estados do Brasil e o seu perfil de discriminação racial, agravadas pelo contexto da pandemia”.

A comissão da OEA insistiu que seja adotada no país “uma política de segurança pública cidadã”, com erradicação da “discriminação racial histórica que resulta em níveis desproporcionais de violência institucional contra as pessoas afrodescendentes e as populações em situação de pobreza ou pobreza extrema”.

Segundo o portal UOL, a CIDH aponta que observou-se um aumento crítico de casos durante o mês de abril, quando as medidas de isolamento social mais rigorosas foram implementadas para o enfrentamento da pandemia da covid-19. 

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.