Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

OEA denuncia suspeita de fraude em eleição na Bolívia

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
OEA denuncia suspeita de fraude em eleição na Bolívia

A missão da OEA alertou que apresentará um relatório com recomendações a um segundo turno na Bolívia.

A missão de observação eleitoral da Organização dos Estados Americanos (OEA) demonstrou preocupação com a alteração dos resultados preliminares na eleição presidencial na Bolívia.

Em comunicado divulgado na noite de segunda-feira (21), a entidade expressou sua “profunda preocupação e surpresa com a drástica e de difícil justificativa mudança na tendência dos resultados preliminares conhecidos após o encerramento das pesquisas”.

A OEA também afirma que sua missão observou desigualdade entre os candidatos, com uma ampla vantagem para Evo Morales. “O uso de recursos públicos durante a campanha foi notório”, disse a organização.

No comunicado, segundo o jornal Gazeta do Povo, a OEA detalha ainda como o procedimento aconteceu:

“Às 19h40 de domingo, 20 de outubro, o TSE divulgou os resultados do TREP [Transmissão de Resultados Eleitorais Preliminares]. Esses números indicavam claramente um segundo turno, uma tendência que coincidia com a única contagem rápida autorizada e o exercício estatístico da Missão. Nossas informações foram compartilhadas hoje com o TSE e com o Ministério de Relações Exteriores.

Às 20h10 de ontem, o TSE deixou de divulgar resultados preliminares, por decisão do plenário, com mais de 80% das atas registradas. 24 horas depois, o TSE apresentou dados com uma inexplicável mudança de tendência que modifica drasticamente o destino da eleição e gera perda de confiança no processo eleitoral.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email