Português   English   Español
Português   English   Español

OEA não reconhece Maduro e pede novas eleições na Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
OEA não reconhece Maduro e pede novas eleições na Venezuela

A Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou nesta quinta-feira (10) uma resolução para não reconhecer a legitimidade de Nicolás Maduro como “presidente” da Venezuela.

O decreto entra em efeito a partir desta quinta-feira (10), dia em que Nicolás Maduro tomou posse para seu segundo “mandato presidencial” na Venezuela.

Em reunião extraordinária do Conselho Permanente, a OEA pediu a realização de novas eleições na Venezuela, informa a “EFE”.

19 países aprovaram uma resolução nesse sentido apresentada em conjunto por Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Estados Unidos, Peru e Paraguai. Seis países votaram contra, oito se abstiveram e um não enviou representante para participar do encontro.

A decisão agora será comunicada ao secretário-geral da ONU, António Guterres, de forma “imediata”, segundo a OEA.

A delegação venezuelana na OEA, liderada pelo embaixador Samuel Moncada, criticou a realização da reunião, classificando a medida como um “ato hostil” e antecipou que o regime Maduro não reconheceria qualquer medida que nela fosse aprovada.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Veja também_

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.