PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Ohio proíbe aborto de bebês com Síndrome de Down

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O governador republicano de Ohio, John Kasich, assinou hoje uma lei pró-vida que proíbe o aborto de bebês diagnosticados no útero com Síndrome de Down.

O projeto de lei, que passou pelo Senado e pela Câmara no mês passado, proíbe o aborto quando os testes pré-natais mostrarem que o bebê tem Síndrome de Down ou apontarem alta probabilidade de que o tenha. A lei entrará em efeito em 90 dias.

O indivíduo que fizer um aborto nestas circunstâncias poderá ser acusado de crime de quarto grau, e os médicos que o fizerem também poderão perder suas licenças, mas a mãe não será responsabilizada.

Mike Gonidakis, presidente de uma organização pró-vida, elogiou a aprovação da legislação:

Agora que a lei passou, bebês diagnosticados no pré-natal com síndrome de Down recebem a chance de ter um vida. Ohio é e continuará a ser um estado que vê a vida de pessoas com Síndrome de Down como vidas que valem a pena serem vividas.

 

Com informações de: (1)
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.