PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Oi cobra Lulinha por empréstimo de quase R$ 7 milhões

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Empréstimo venceu há mais de 10 anos. Documento foi apreendido pela PF em endereço da empresa do filho mais velho de Lula.

A companhia telefônica Oi cobrou da Gamecorp S.A. o pagamento de R$ 6,8 milhões com origem em empréstimos feitos entre 2006 e 2007 e nunca ressarcidos. 

A Gamecorp S.A. tem Fábio Luís Lula da Silva, vulgo “Lulinha”, filho do ex-presidente Lula da Silva (PT), como principal administrador. 

Por meio de notificação extrajudicial, a Oi informou, em duas ocasiões, entre 2018 e 2019, que o pagamento deveria ser feito, sob pena de a empresa “tomar as providências judiciais cabíveis”. 

A companhia está em recuperação judicial desde 2016. O ofício mais recente é de setembro do ano passado, informa a revista IstoÉ.

As notificações foram apreendidas por agentes da Polícia Federal (PF) durante a fase Mapa da Mina da Lava Jato

Deflagrada em dezembro do ano passado, esta fase da operação apura se o dinheiro repassado aos sócios do filho de Lula foi usado para comprar o sítio de Atibaia, no interior de São Paulo.

A Oi foi procurada por uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo para comentar o assunto, mas a companhia não se manifestou especificamente sobre a questão. 

Por outro lado, o advogado do filho de Lula afirmou que a vida de seu cliente e atividades de suas empresas foram “devassadas por anos a fio e nenhuma irregularidade foi encontrada”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.