Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Oito “antifascistas” presos pela polícia do Paraná

Oito “antifascistas” presos pela polícia de Curitiba
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

“Nós temos a obrigação de defender tanto a sociedade quanto o patrimônio”, diz coronel.

Radicais de esquerda da ANTIFA queimaram uma bandeira do Brasil, na noite desta segunda-feira (1), em protesto contra presidente da República, Jair Bolsonaro, em Curitiba.

Cenas de vandalismo e depredação do patrimônio público e privado também foram registradas pelas ruas da capital do Paraná.

Em uma coletiva¹ de imprensa realizada na noite desta segunda-feira (1), o subcomandante geral da polícia Militar do Paraná, coronel Antonio Carlos de Morais, afirmou que seus homens tiveram que agir “com a firmeza necessária” diante da ação violenta dos autodenominados “antifascistas”.

O coronel explicou que um policial ficou ferido no braço, após seu escudo ser atingido por uma pedra. Ele disse ainda que não há notícias de radicais feridos, mas oito deles foram presos.

Na conversa com jornalistas, o coronel Morais declarou:

“As provocações a gente teve que tolerar até certo ponto, até porque isso é próprio desse tipo de movimento.”

E acrescentou:

“Quando eles partem para esse tipo de vandalismo, tentam inverter o polo, tentando se tornar a vítima e o algoz seria a Polícia Militar. Mas nós temos a obrigação de defender tanto a sociedade quanto o patrimônio.”

Referências: [1]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários