OMS diz que decisão por ‘lockdown’ é exclusiva de cada país

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Muitas pessoas realmente têm que trabalhar todo dia para ganhar seu pão de cada dia”, diz chefe da OMS.

O presidente da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus, afirmou, nesta segunda-feira (30), que a opção pelo “lockdown” (bloqueio total, em tradução livre) é uma decisão exclusiva de cada nação. 

Questionado sobre como fica a situação da população em países pobres que estão adotando a quarentena para conter o avanço do novo coronavírus, Ghebreyesus declarou:

“E então, na questão do lockdown, no chamado lockdown. Talvez, vocês sabem, alguns países já tenham tomado medidas para o distanciamento físico, fechando escolas, impedindo aglomerações, e assim por diante. Isso pode ganhar tempo. Mas ao mesmo tempo, todo e cada país tem diferenças.” 

Segundo O Antagonista, o chefe da OMS acrescentou:

“Alguns países têm um forte sistema de bem-estar social e alguns países não. E sou da África, como vocês sabem. E eu sei que muitas pessoas realmente têm que trabalhar todo dia para ganhar seu pão de cada dia. E governos têm que levar essa população em conta, ok?” 

E, em um posicionamento muito semelhante ao do presidente da República, Jair Bolsonaro, o presidente da organização indagou:

“Se nós fecharmos ou limitarmos movimentos, o que vai acontecer com aquelas pessoas que têm que trabalhar diariamente e têm que ganhar seu pão numa base diária?”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.