- PUBLICIDADE -

OMS em dúvida sobre contágio por coronavírus através de objetos

OMS não tem provas de contágio por coronavírus através de objetos
- PUBLICIDADE -

Entidade continua em dúvidas sobre a possibilidade de infecção por coronavírus acontecer através de superfícies contaminadas.

Não há provas que permitam concluir que a infeção pelo novo coronavírus aconteça através do contato com superfícies contaminadas.

A informação consta do último relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), de acordo com o jornal espanhol El Mundo.

“No momento da publicação deste documento não foi possível relacionar de forma conclusiva o contágio através de uma superfície contaminada”, diz trecho do documento divulgado pela OMS, segundo o portal português RTP.

No entanto, os estudos ainda são inconclusivos, por isso a recomendação de desinfeção das superfícies e objetos “sempre que seja possível” ainda continua.

Ao comentar sobre o relatório, segundo o jornal Público, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, diz que “não é conclusivo”, nem é um “assunto encerrado”:

“Não é um assunto encerrado, tanto que a OMS continua a recomendar como essencial a desinfecção e limpezas dessas superfícies. Na dúvida, e porque há outros vírus cuja história nós conhecemos melhor e que se transmitem por essa via, é melhor continuarmos a ter preocupações em relação aos objetos e às superfícies, a desinfectá-los, a descontaminá-los, limpá-los e a tentar não levar as mãos entre esse objetos e superfícies para o nosso trato respiratório.”

No início da pandemia, alguns estudos apontarem para a sobrevivência do vírus em algumas superfícies por até 72 horas, o que justificava a necessidade de desinfecção constante das superfícies ou das mãos logo após tocar superfícies como teclados, maçanetas de portas ou outros.

A OMS destacou que estes estudos sobre a sobrevivência do coronavírus nas superfícies foram realizados em laboratório “longe das condições do mundo real”. 

Em um documento, segundo o site português Observador, a OMS declarou:

“A doença Covid-19 transmite-se principalmente através de um contacto físico próximo ou por gotículas.”

E acrescentou:

“No momento da publicação deste relatório não foi possível retirar conclusões sobre o contacto com uma superfície e o contágio da doença, segundo os estudos disponíveis.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -