Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

OMS não encontra evidências do coronavírus em Wuhan em 2019

OMS tenta desconectar laboratório em Wuhan com origem do coronavírus
COMPARTILHE

A província chinesa de Wuhan é considerada o marco zero da pandemia.

Especialistas da China e da OMS (Organização Mundial da Saúde) afirmaram, nesta terça-feira (9), não ter encontrado evidências suficientes para determinar que o coronavírus  se disseminou pela cidade de Wuhan antes de dezembro de 2019. 

Equipes estão investigando a origem do novo coronavírus em Wuhan. 

Em entrevista coletiva, o chefe da equipe da China, Liang Wannian, declarou: 

“Não há indicação da transmissão do Sars-Cov-2 na população do período anterior a dezembro de 2019.” 

Wannian acrescentou que “não há evidências suficientes” para determinar se o vírus já havia se espalhado na cidade antes disso. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
5 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Jorge
Jorge
26 dias atrás

Brincadeira este anuncio….acho que também o Colhinho da Pascoa não esteve por lá ainda…Ridiculo..a CHINA é culpadado sim…Partido Comunista Chinês…o POVO é escravo não tem culpa

Maria
Maria
26 dias atrás

Oh, que novidade!

Paulo
Paulo
26 dias atrás

OM$ – Não Encontramo$ evidência$…

Cleo
Cleo
26 dias atrás

Se houvesse evidências obviamente já teriam sido varridas muito antes de alguém pisar lá. Vamos ser mais inteligentes né povo. Outra coisa, já viram algum cenário de crime ser visitado meses depois? o perito vai no cenário do crime no mesmo dia, e não meses depois, provas são eliminadas, ainda mais meses depois.

Maria
Maria
Responder  Cleo
26 dias atrás

Exatamente, a OMS deu um ano para a China sumir com qualquer indício.