Português   English   Español

Onda de saques em cemitérios na capital da Venezuela

Nos últimos meses, cerca de 6.000 peças de metal foram levadas do Cemitério do Leste, um dos principais de Caracas, a capital da Venezuela, informa a agência Associated Press.

Embora os furtos em cemitérios já acontecessem na cidade, eles aumentaram muito à medida que o país, sob a ditadura de Nicolás Maduro, foi consumido pela crise política e econômica.

Uma avalanche de reclamações nas redes sociais fez com que os administradores do cemitério reconhecessem os furtos e anunciassem um plano para a substituição das peças por marcações de plástico.

Desde então, algumas peças foram removidas e não foram substituídas, deixando os parentes sem saber se os túmulos de seus entes queridos foram saqueados ou se as peças foram guardadas.

“Isso foi no início de maio, e ainda hoje não sabemos nada”, disse Ivonne de Gutiérrez, ouvida pela agência. As placas de bronze que identificavam as lápides de um sobrinho e duas tias de Ivonne foram furtadas do Cemitério do Leste.

 

Com informações de O Antagonista

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter