Português   English   Español

ONG esquerdista policiando conteúdo no YouTube

youtube-ong-esquerdisa-censura

Uma reportagem do jornal The Daily Caller alega que o YouTube está usando a Southern Poverty Law Center, uma ONG esquerdista famosa por rotular grupos conservadores como extremistas, para auxiliar na análise do conteúdo publicado no site.

A Southern Poverty Law Center (SPLC) foi criticada recentemente por rotular organizações conservadoras como “grupos de ódio“. Ela é uma das mais de 100 organizações não governamentais (ONGs) membros do programa “Trusted Flaggers” do YouTube.

A SPLC e outros membros do programa ajudam o YouTube no policiamento de conteúdo extremista, denunciando conteúdos considerados como discurso de ódio até vídeos de recrutamento terrorista.

Uma boa parte de fontes da grande mídia, incluindo CNN e ABC, citam o Southern Poverty Law Center como uma fonte reconhecida para definir o que é e o que não é um discurso de ódio.

No entanto, fatos recentes deixam claro que a ONG tem sido bastante vaga e, muitas vezes, imprudente sobre a definição de discurso de ódio. Muitas organizações conservadoras tradicionais estão sendo rotuladas de nazistas e conectadas com grupos extremistas.

Até mesmo o site Politico advertiu que o SPLC está ultrapassando limites, denunciando cada vez mais grupos direitistas à medida que sua própria política flui mais para a esquerda.

O jornal Daily Signal pediu ao Google explicações sobre a colaboração do Southern Poverty Law Center no policiamento de conteúdo no YouTube. Mas, infelizmente, até a publicação deste artigo, não houve resposta da gigante tecnológica.

Nos últimos dias, temos visto cada vez mais canais conservadores sendo derrubados do maior site de compartilhamento de vídeos do planeta.

Com informações de: [LSN,TDC]

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...