Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

ONGs criticam Bolsonaro após Brasil desistir de sediar evento da ONU

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
ONGs criticam Bolsonaro após Brasil desistir de sediar evento da ONU

Organizações ambientais criticam desistência do Brasil de sediar reunião do clima da ONU em 2019.

A decisão do governo brasileiro de retirar a candidatura para sediar a 25ª Conferência Climática da ONU (COP-25), no ano que vem, foi alvo de críticas de organizações ambientalistas.

Segundo as ONGs, a desistência do Brasil já reflete o posicionamento do presidente eleito Jair Bolsonaro quanto ao tema, informa O Globo.

Em nota, o Greenpeace Brasil escreveu:

Voltar atrás na decisão de sediar a COP não é apenas uma perda de oportunidade de afirmar o Brasil como uma importante liderança na questão do clima. O gesto é uma clara demonstração da visão de política ambiental defendida pelo novo presidente, que revela ao mundo o que já havia dito aos brasileiros durante a campanha eleitoral: em seu governo, o meio ambiente não é bem-vindo.

Após uma breve pesquisa, não encontrei nenhuma declaração de Bolsonaro sobre o meio ambiente não ser bem-vindo em seu futuro governo.

Na mesma linha seguiu o diretor-executivo do WWF-Brasil, Mauricio Voivodic, para quem a decisão de não realizar a reunião da ONU passa ao mundo um sinal de que o novo governo não vê a agenda de combate às mudanças climáticas como prioridade.

A organização destacou ainda que o futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, também já declarou seu ceticismo com relação às mudanças climáticas.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email