PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

ONGs da Europa organizam protestos em frente a embaixadas do Brasil

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Já há manifestações confirmadas em Londres, Lisboa, Madri, Paris e outras capitais.

Após o início da tradicional estação de queimadas na Amazônia, o governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, passou a ser alvo deu uma campanha de desinformação promovida por ONGs, políticos, ativistas ambientais e veículos de imprensa mundo afora.

Diversas destas organizações não governamentais (ONGs) têm se mobilizado para promover eventos de protesto em frente a embaixadas e consulados do Brasil nesta sexta-feira (23), informa o jornal Folha.

“A Amazônia está em chamas. Os pulmões do planeta estão pegando fogo. Se você puder, por favor, mostre alguma solidariedade pelas pessoas que mais irão sofrer com os incêndios. Proteste amanhã em frente à embaixada do Brasil”, pede o Greenpeace do Reino Unido.

“Ganhos de curto prazo nunca devem prevalecer sobre futuras perdas devastadoras das gerações atuais e futuras. Nossos pulmões estão em chamas. Por que não estamos fazendo nada para impedir que se tornem cinzas?”, diz David Wicker, porta-voz do grupo Fridays for the Future.

“O governo brasileiro, após exposição tardia desta catástrofe, descarta-se de culpas depois de descaradamente apoiar a caça e tudo fazer para vender a floresta aos produtores da agropecuária. Não fiquemos parados! Não deixemos esta chacina impune!”, pede a convocatória para a manifestação em Portugal.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.