Português   English   Español

ONGs indígenas desesperadas com vitória de Bolsonaro

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, conseguiu o apoio de índios em estados como Roraima, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Amazonas, Alagoas e Paraná.

O advogado Ubiratan Maia, da etnia wapichana, de Roraima, disse a O Antagonista:

Faço campanha abertamente para ele nas aldeias. No começo, havia resistência, mas agora os indígenas estão percebendo melhor o estrago que o PT fez nos últimos anos e reconhecem Bolsonaro como a melhor alternativa.

Ele acrescentou:

Boa parte dos indígenas cansou do status quo implementado pelo PT e pelo aparelhamento do Estado, da Funai. Os índios não têm medo do Bolsonaro. As ONGs indígenas é que estão desesperadas, porque vai acabar a mamata.

Ubiratan disse que já esteve pessoalmente com o candidato do PSL e ouviu dele propostas para “incentivar o empreendedorismo nas aldeias”.

Em Parauapebas, no interior do Pará, em julho deste ano, Jair Bolsonaro prometeu que, se for eleito, vai levar “progresso” a aldeias indígenas:

No meu governo, o progresso vai entrar nas terras indígenas, como vai entrar nos quilombolas também. O quilombola que quiser garimpar na sua terra vai garimpar. Se quiser vender sua terra, vai vender também. O que a comunidade indígena quer é se integrar cada vez mais à nossa sociedade.

“É uma satisfação muito grande estar aqui ao lado de gente que é tão brasileiro como nós, como índios, representantes afro neste evento. Somos irmãos”, acrescentou o presidenciável do PSL.

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações