Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

ONGs mantêm índios em estado de dependência, diz Villas Boas

ONGs mantêm índios em estado de dependência, diz Villas Boas
COMPARTILHE

“As ONGs trabalham para que os índios continuem dependentes delas”, afirmou Villas Boas.

O general Eduardo Villas Boas, ex-comandante do Exército Brasileiro, criticou a relação de dependência entre as Organizações Não Governamentais (ONGs) e a população indígena.

Trabalhando atualmente como assessor do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, Villas Boas disse que “o pressuposto de que colocar uma redoma nas comunidades indígenas vai proporcionar a preservação da cultura deles não é verdade, porque os índios sentem que lhes é negada a possibilidade de evoluir”.

“Eu nunca fui a uma aldeia sem receber dos índios uma lista com pedidos de energia elétrica, internet, posto de saúde, escola e realização de atividades econômicas que lhes dê sustentação”, acrescentou o general.

Em entrevista ao jornal Estadão, após ser questionado sobre se as ONGs atrapalham ou ajudam, Villas Boas respondeu:

“Os índios ficaram entre os discursos das ONGs e o fato de não conseguirem trabalhar, evoluir e ter suas necessidades atendidas. Por outro lado, as ONGs trabalham para que os índios continuem dependentes delas, para que os recursos só possam chegar até eles por meios dessas ONGs.”

E acrescentou:

“Eu sou favorável a que se identifique, em cada comunidade indígena, qual a sua vocação econômica. Mas é muito importante que os órgãos do governo sejam estruturados e aparelhados para terem real capacidade de fiscalização e acompanhamento do que acontece nas aldeias.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE