Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

ONU classifica críticas ao pacto migratório como ‘discurso de ódio’

ONU classifica críticas ao pacto migratório como 'discurso de ódio'
COMPARTILHE

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, lançou nesta segunda-feira (25) um plano global de ação para lutar contra os “discursos do ódio”.

Antonio Guterres fez o anúncio durante a abertura da 40ª sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU em Genebra.

Segundo ele, o discurso de ódio é uma praga “envenena” o debate sobre desafios importantes como a migração.

Sem citar o nome de lideranças políticas, o secretário-geral da ONU declarou:

“O ódio faz parte agora da cultura dominante tanto nas democracias liberais como nos sistemas autoritários.”

E, segundo a agência AFP, acrescentou:

“Alguns partidos e líderes políticos importantes cortam e pegam ideias procedentes dos extremos em sua própria propaganda e em suas campanhas eleitorais.”

Guterres criticou também a campanha organizada contra o Pacto Migratório Mundial da ONU. Brasil, Estados Unidos, Israel e outros 14 países abandonaram o acordo.

O líder da ONU lamentou:

“Vimos como o debate sobre a mobilidade, por exemplo, foi envenenado por histórias falsas que associam refugiados e migrantes com o terrorismo e os transformam em bodes expiatórios de todos os males da sociedade.”

Ele condenou “uma campanha insidiosa que busca afogar o Pacto Migratório Mundial sob uma torrente de mentiras sobre a natureza e o alcance do acordo”. Segundo o secretário-geral da ONU, esta campanha “fracassou”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários