ONU diz que Colômbia precisa de ajuda internacional

O diretor do Programa Alimentar Mundial, parte da agência das Nações Unidas (ONU), afirmou nesta terça-feira (13) que a Colômbia precisa de ajuda internacional para enfrentar a “catástrofe humanitária” gerada pelo alto fluxo de refugiados ao longo da sua fronteira com a Venezuela.

Em declarações à Associated Press, após encontrar-se com venezuelanos durante uma visita a Cucuta, no leste da Colômbia, David Beasley afirmou que os relatos que ouviu aumentam a consciencialização de que a crise humanitária é uma prioridade urgente.

O diretor do Programa Alimentar Mundial adiantou que vai trabalhar com a Colômbia num plano para alimentar os 50 mil venezuelanos que entram no país todos os dias para comer.

David Beasley acrescentou que vai, também, pedir financiamento aos Estados Unidos e a outros países para ajudar neste esforço.

O ditador venezuelano, Nicolás Maduro, alega que as ofertas de ajuda humanitária são uma tentativa para desestabilizar o seu governo.

A ditadura da Venezuela nega a existência de uma crise humanitária e denuncia que as sanções financeiras impostas pelos Estados Unidos dificultam a importação de alimentos e medicamentos.

 

Com informações de: [DN]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *