Onyx quer acessar os registros do esfaqueador de Bolsonaro

Idiomas:

Português   English   Español
Onyx quer acessos a registros do esfaqueador de Bolsonaro
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O deputado federal Onyx Lorenzoni não ficou satisfeito com a resposta oferecida pelo diretor da Polícia Legislativa na noite desta quarta-feira (19).


A Polícia Legislativa da Câmara chegou a abrir uma investigação sigilosa para apurar as circunstâncias de dois registros de entrada no Congresso do esfaqueador Adélio Bispo de Oliveira no dia do atentado contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

Conforme reportado pela Renova Mídia, o diretor Paul Deeter disse que tudo não passou de um erro no registro cometido por um funcionário terceirizado.

Deeter explicou:

Como o caso teve grande repercussão na mídia, o funcionário quis fazer essa busca, mas acabou registrando o nome de Adélio no sistema 4 horas depois do fato.

O deputado federal Onyx Lorenzoni, porém, quer acesso à íntegra da investigação e a todos os documentos.

O Antagonista apurou que a assessoria do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), só protocolou o pedido do deputado depois de muita insistência.

Enquanto isso, a hashtag em apoio à uma investigação mais profunda sobre o atentado contra Jair Bolsonaro continua entre os assuntos mais comentados do Twitter brasileiros durante toda esta quinta-feira (20).

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...