PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Operação da PF mira desvios de R$ 3,9 milhões da saúde no Rio

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Organização Social teria superfaturado os pagamentos feitos a uma empresa que fornece alimentação às UPAs.

A Polícia Federal (PF) lançou uma operação, na manhã desta quinta-feira (14), com o objetivo de prender criminosos envolvidos no desvio de R$ 3,9 milhões de recursos públicos da saúde do Estado do Rio de Janeiro.

5 mandados de prisão e 25 de busca e apreensão estão sendo cumpridos contra o grupo. Todos foram expedidos pela 3ª Vara Criminal de Duque de Caxias.

O grupo, que está sendo investigado pelo Ministério Público do Rio, é suspeito de realizar compras superfaturadas na área da saúde. 

Os valores foram repassados a uma organização social (OS) pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio (SES-RJ) para a administração de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), destaca o portal UOL.

As investigações do MP indicam que a OS recebeu, desde 2012, um montante superior a R$ 763 milhões do Fundo Estadual de Saúde do Rio de Janeiro para a gestão das unidades.

O ex-presidente da organização é apontado como o chefe da quadrilha. 

Ele teria contado com a ajuda de dois subordinados e dos responsáveis pela empresa fornecedora de alimentação às unidades de saúde e de outra empresa, fornecedora de insumos hospitalares, no esquema.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.