Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Operação da PF mira esquema em consórcio de São Paulo

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
PF mira organização que fabricava e vendia moeda falsa

Até o momento, foram identificadas três pessoas responsáveis pela entrega do dinheiro.

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta terça-feira (4), a operação Chorume para investigar a simulação de fornecimento de notas fiscais frias para o Consórcio Soma.

O consórcio é responsável por metade dos serviços de limpeza urbana de São Paulo

21 equipes estão cumprindo mandados de busca e apreensão na manhã de hoje em Brasília, Cidade Ocidental, no Entorno do DF, São Paulo e Santa Catarina. 

Os investigadores da PF identificaram um escritório de advocacia de São Paulo responsável por gerenciar a emissão de notas fiscais inidôneas de fornecimento de matéria-prima ou prestação de serviços, assim como a entrega de dinheiro em espécie para o Consórcio Soma e outros clientes.

Segundo o site Metrópoles, além da obtenção de mais provas dos crimes já investigados, a operação tem dois objetivos principais:

  • buscar os elementos de prova contra os responsáveis pelo fornecimento de dinheiro em espécie; 
  • confirmar uma tentativa de obstrução das fiscalizações realizadas pela Receita Federal em 2017.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias