Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Operação da PF mira fraudes no sistema previdenciário

Operação da PF mira fraudes no sistema previdenciário
COMPARTILHE

Os mandados foram autorizados pela 9ª Vara Federal Criminal de São Paulo. Operação da PF foi batizada de Cronocinese.

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta segunda-feira (23), uma operação para colher provas quanto à participação de advogados, contadores e servidores do INSS na prática de fraudes contra o sistema previdenciário do Brasil.

De acordo com as apurações, o prejuízo real causado pelas fraudes é da ordem de R$ 55 milhões.

Por outro lado, a estimativa de economia com a desarticulação do esquema criminoso — caso as fraudes não tivessem sido descobertas e as aposentadorias continuassem sendo pagas — é de R$ 347 milhões.

Batizada de Cronocinese, a operação da PF cumpre 22 mandados de busca e apreensão nas casas e escritórios dos envolvidos e em quatro agências do INSS, local de trabalho dos servidores investigados, na capital paulista, em Guarulhos e Diadema.

De acordo com comunicado divulgado pela PF, as fraudes possibilitaram conceder aposentadorias a pessoas que não tinham tempo de contribuição suficiente, pois informavam vínculos de trabalho inexistentes, e assim conseguiam os benefícios previdenciários a que não tinham direito.

As investigações foram realizadas de forma conjunta pela PF e pela Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista do Ministério da Economia – CGINT, com compõem a Força Tarefa Previdenciária, com apoio do INSS, informa o site UOL.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários