Operação da PF mira importação ilegal de drones

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O mercado de drones está em plena expansão. A cada ano são lançados novos modelos.

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na última terça-feira (13), a operação “Voo Baixo”, que mira a aquisição e venda de drones oriundos da China.

As investigações apontam fortes indícios de irregularidades na importação dos eletrônicos. 

De acordo com a PF, as irregularidades configuram crime de descaminho, que envolve o não pagamento das tributações devidas à Receita Federal

Os investigadores da PF descobriram a existência de empresas registradas em nome de terceiros, usadas para emissão de notas fiscais aos clientes finais com diferentes CNPJs. 

Ao alterar os registros, as companhias burlavam o sistema, sem pagar os impostos devidos. 

Com início em abril de 2017, a operação ilegal resultou num valor de autuação que ultrapassa os R$ 18 milhões para as empresas.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.