Português   English   Español

OPINIÃO: A Mordaça Estatal

Português   English   Español
OPINIÃO: A Mordaça Estatal

Existem três formas de se aderir ao politicamente correto: burrice, covardia ou interesse.


É difícil, ao menos para mim, saber exatamente por qual via essa insanidade vem cooptando milhares de pessoas no mundo. O fato é que por qualquer que seja a razão, o politicamente correto vem crescendo e já faz muitas vítimas.

É visível a qualquer observador mais atento perceber que na classe política a via do interesse é a mais usada como prerrogativa para objetivos diversos. O politicamente correto entre os esquerdistas é uma poderosa arma de coação. A grande mídia usa e abusa do politicamente correto promovendo 24 horas por dia tópicos separatistas e muitos vezes explicitamente discriminatórios contra grandes grupos no país – a saber, os cristãos, por exemplo.

A hegemonia dos grandes meios de comunicação (TV, jornais, rádio e sites de notícia) debatendo assuntos contrários à vontade das massas cria um choque entre dois gigantes; de um lado o povo, do outro a mídia e políticos progressistas.

A classe artística da mesma forma que os políticos de esquerda trilham o caminho do interesse ao aderirem ao politicamente correto para posar de bons samaritanos e garantirem contratos milionários de publicidade.

A internet sem dúvida vem sendo a grande pedra no sapato daqueles que covardemente tentam manipular informações e induzir o leitor a erro. A narrativa até então expressada em uníssono foi quebrada pela voz do povo, cansado de ver seus valores pisoteados durante muitos anos. Sentindo-se encurralados e desesperados, a velha mídia e políticos autoritários tentam de todo modo sufocar as vozes corajosas que se erguem em clara afronta à patrulha de pensamento imposta. Se esta voz for de uma personalidade nacionalmente conhecida toda artilharia midiática e política se direciona a ela com ferocidade.

Danilo Gentili, apresentador do programa The Noite, transmitido pelo SBT é um alvo antigo da máquina política/midiática. Gentili já fez piadas com diversos políticos (de todas as vertentes e de todos os partidos), mas para a não surpresa de ninguém é sistematicamente perseguido e processado unicamente por políticos esquerdistas (os mesmos que expressam quase de forma poética seu amor ilimitado e imortal pela democracia), mais uma vez provando de modo explícito uma narrativa falsa dos socialistas.

Danilo certa vez se autointitulou como uma “prostituta do riso”, alguém que, praticando seu ofício, jamais deveria ser levado a sério. Ter que explicar o óbvio sobre a profissão de um comediante já revela o quão doente o politicamente correto deixou a sociedade.

Milhares de piadas já foram proferidas por Gentili, uma foi direcionada à Maria do Rosário (PT-RS), via Twitter. A mesma, que já possui uma personalidade visivelmente histérica (leia “A MENTE ESQUERDISTA – AS CAUSAS PSICOLÓGICAS DA LOUCURA POLÍTICA”), utilizou-se da máquina estatal para tentar calar o cidadão Danilo Gentili. O absurdo começa nesse ponto. Se a cidadã Maria do Rosário sentiu-se de algum modo ofendida, poderia ter entrado em contato com Danilo ou até mesmo o processado como pessoa física. Contudo, escolheu o caminho mais repugnante possível utilizando do aparato do Estado (pago por nós) para tentar intimidá-lo – Ledo engano.

Apenas como base comparativa, Danilo fez um show transmitido ao vivo às vésperas da eleição, em 2018, onde fez piadas sobre a facada que Bolsonaro sofrera dias antes (que quase tirou sua vida), Bolsonaro estava em sua casa, ainda com os pontos, em recuperação, assistindo o show de Danilo. O resultado foi que Bolsonaro não moveu nenhum processo, não escreveu sequer uma linha como forma de protesto. O dito “autoritário” parece saber viver muito bem em um regime democrático. Bem diferente dos esquerdistas do PT, PSOL e partidos afins.

A bizarra história envolvendo Danilo e Maria teria um desfecho ainda mais insano: Danilo foi condenado à prisão, por seis meses, no regime semiaberto. Sim, um comediante, alguém que vive da piada e não faz mais do que buscar o riso é condenado por injúria. Ao passo que criminosos manifestamente confessos e com extensa lista de crimes seguem impunes em liberdade absoluta. A decisão da justiça nesse caso deve levar a um debate sério sobre o direito da livre expressão. O que vemos nesse caso é o aparato do Estado esmagando um cidadão. É tão estranho como ver o empregado demitir o patrão de sua própria empresa.

Danilo, diferente da maioria dos artistas, não embarcou no politicamente correto. Não faz o personagem isento de opiniões. Mantem-se firme em suas convicções e não tem o menor pudor em mostrar suas visões políticas quando é preciso. Esse conjunto de qualidade não é bem vista por tipos autoritários que não toleram a menor crítica mesmo quando há razão para fazê-las. Se relativizarmos o direito à livre expressão, estamos automaticamente relativizando a própria democracia. Passaremos a viver em um Estado policial, onde o cidadão começará a medir frente ao medo de falar algo indevido todas suas palavras e ações. Embarcaremos em uma psicose coletiva e seremos tomados pela mais vil covardia. Não desejo a este país.

Se relativizarmos o direito à livre expressão, estamos automaticamente relativizando a própria democracia. Passaremos a viver em um Estado policial, onde o cidadão começará a medir frente ao medo de falar algo indevido todas suas palavras e ações. Embarcaremos em uma psicose coletiva e seremos tomados pela mais vil covardia. Não desejo a este país.

Os pontos de vista expressos neste artigo são as opiniões do autor e não refletem necessariamente a posição da RENOVA Mídia.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.