Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

OPINIÃO: A situação de Ricardo Vélez e do MEC

Rafael Sussumu Yamaguti Miada
Rafael Sussumu Yamaguti Miada
Conservador, físico e professor, além de um amante de jogos e da cultura japonesa.
OPINIÃO: A situação de Ricardo Vélez e do MEC

Quando fora apresentado o nome de Ricardo Vélez para a pasta da educação, dois grupos principais de opiniões se sucederam.

Por um lado, o seu currículo, amplo e admirável, indicava um homem técnico e conhecedor do estado do pensamento acadêmico brasileiro. E, por outro lado, sua inexperiência como gestor apontava para um possível fracasso quando assumisse um cargo distante de suas experiências anteriores.

Passados mais de três meses de trabalho, Vélez continua a se mostrar como homem íntegro, disposto ao diálogo e a ouvir as várias vozes dissonantes presentes nessa pasta – e também fora dela. No entanto, essa disposição se mostra excessiva – não há decisões firmes por parte do ministro, não há liderança para com os vários grupos dissonantes, não há direcionamento geral da pasta –, e a consequência disso é a paralisação atual do Ministério da Educação a qual assistimos nesse pouco tempo de trabalho.

Se, por um lado, nada tira os méritos de Vélez por sua admirável obra acadêmica. Por outro lado, devemos reconhecer que, até agora, não houve liderança e firmeza de decisões necessária para conduzir essa pasta central para o país. Venceram, na prática, as vozes que apontavam a sua inexperiência como líder e gestor.

Cabe a nós, agora, cobrar do governo um pronto posicionamento a fim de resolver essa inadequação. Ou uma mudança de postura – rápida adaptação – do ministro. Ou, caso isso não lhe seja possível, uma pronta mudança dessa liderança, para que a pasta reassuma o direcionamento essencial ao seu tão fundamental sucesso.

Siga o Rafael no Twitter clicando AQUI!

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email