Português   English   Español

OPINIÃO: Para que votamos (e pagamos) Câmara e Senado?

Muitas razões – pró e contra – podem e devem ser ditas.


Mas, no final, pouco importa.

O Brasil poderia economizar trilhões – eu disse trilhões – de reais suprimindo as eleições para Deputados e Senadores.

Observe que carregamos nestes cargos os suplentes, os vices, o aparelhamento de cada político, as passagens aéreas, seguros de todos os tipos, veículos oficiais, motoristas, combustível, hotéis, diárias, auxílios variados como paletó, moradia, educação, correios e mais uma lista infinda.

Some-se a isso o desvio de verbas.

Eliminar-se-ia o Departamento de Propinas & Gratificações.

Surge então a pergunta:

Como fazer isso? O mundo inteiro tem parlamentares! Câmaras, Senado, Primeiros-Ministros, Reis e Rainhas. Como!?

Elementar, meu caro leitor Watson!

Elegendo somente os 11 juízes do Supremo Tribunal Federal (STF), pois aqui eles decidem TUDO.

Quer uma prova? Ou mais uma? Confira um trecho desta matéria do Estadão:

O STF decidiu ontem, 01/agosto, que crianças precisam ter completado 6 anos até 31 de março do ano letivo para serem matriculadas no ensino fundamental. A regra já era prevista em uma resolução do Conselho Nacional de Educação, mas vinha sendo questionada.

Entendeu, Watson?

A Câmara, o Senado e as agências reguladoras que custam trilhões, demoram anos para elaborar UMA mísera Lei, ou Norma, ou seja lá o que for.

Aí alguém entra com uma ação questionadora, o assunto vai ao STF e eles decidem.

Simples assim, Watson.

Saiamos às ruas! Queremos votar só no STF!

Os pontos de vista expressos neste artigo são as opiniões do autor e não refletem necessariamente a posição da RENOVA Mídia.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...