- PUBLICIDADE -

Oposição quer derrubar Moreno e antecipar eleição no Equador

Oposição quer derrubar Moreno e antecipar eleição no Equador
- PUBLICIDADE -

A medida mais criticada pelos opositores é a alta do preço dos combustíveis. Governo decretou estado de exceção.

Após governar o Equador de 2007 a 2017, o ex-presidente Rafael Correa agora responde aos seus problemas jurídicos no país enquanto mora no exterior. A sua bancada de parlamentares, no entanto, articula a derrubada do atual mandatário.

Deputados pediram na quarta-feira (2) o impeachment do atual presidente do país, Lenín Moreno, e a convocação de eleições antecipadas durante uma sessão extraordinária da Assembleia Nacional, informa a agência EFE.

Os parlamentares querem a saída de Moreno do poder e a convocação de eleições antecipadas no país. O próximo pleito está marcado para ocorrer apenas em 2021.

Nesta quinta-feira (3), caminhoneiros bloquearam estradas em todo território do Equador. Enquanto isso, confrontos entre manifestantes e as forças de segurança foram registradas em várias cidades, entre elas a capital Quito

Em resposta aos protestos, o presidente Moreno decretou estado de exceção e avisou aos manifestantes que não permitirá “a imposição do caos”.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -