Opositor acusa Evo Morales de promover violência na Bolívia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“A responsabilidade total pelas ações de violência pertence ao governo que instruiu os militantes do MAS [partido de Morales]”, diz o opositor Mesa.

O principal opositor boliviano, Carlos Mesa, culpou o governo de Evo Morales, nesta segunda-feira (28), pelo clima de violência desencadeado no país após a controversa eleição.

Em uma publicação no Facebook, Mesa declarou:

“A responsabilidade total pelas ações de violência pertence ao governo que instruiu os militantes do MAS [partido de Morales] a gerar confrontos e violência para encontrar resultados que ninguém deseja no momento.”

Mesa também considerou uma invenção a denúncia de Morales que um suposto golpe estava sendo tramado contra ele.

A Bolívia inicia sua segunda semana de convulsão social com bloqueios e greves em todo o país para protestar contra a continuidade de Morales no poder – desde 2006 – por mais cinco anos, informa a agência AFP.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.