Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Opositores criticam “esmolas” de Macron para acalmar coletes amarelos

Opositores criticam "esmolas" de Macron para acalmar coletes amarelos
COMPARTILHE

O presidente francês anunciou aumento de 100 euros no salário mínimo e fim de impostos sobre horas extras para tentar apaziguar ânimos dos “coletes amarelos”.

Emmanuel Macron anunciou uma série de medidas econômicas
nesta segunda-feira (10) em resposta ao movimento dos “coletes amarelos”, que há quatro semanas realiza manifestações no país contra as políticas econômicas do governo.

Além do aumento no salário mínimo, o presidente da França anunciou outras medidas que custarão ao contribuinte cerca de 8 a 10 bilhões, segundo “O Antagonista“.

Adversários do presidente criticaram o discurso de Macron e as medidas anunciadas.

Marine Le Pen, a política rotulada como extrema-direita, escreveu em sua conta no Twitter:

Macron renunciou a uma parte dos seus erros fiscais, tanto melhor, mas ele se recusa a admitir que o modelo do qual é um defensor ferrenho é que esta sendo contestado. É o modelo da globalização selvagem, da concorrência desleal e da imigração em massa e suas consequências sociais e culturais.

Outro adversário de Macron nas últimas eleições, o líder de extrema-esquerda Jean-Luc Mélenchon, disse em vídeo:

Macron pensou que uma distribuição de trocados poderia acalmar uma insurreição cidadã. Uma fatia considerável da população não é contemplada por nenhuma das medidas anunciadas pelo presidente. Notadamente os que mais precisam, como os desempregados.

Após o anúncio, o presidente da CGT, uma das principais confederações sindicais da França, Philippe Martinez, disse que as medidas são insuficientes e conclamou uma mobilização na próxima sexta-feira em apoio aos coletes amarelos, registrou o portal “Terra“.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários