Orçamento 2020: Bolsonaro sanciona sem vetos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O orçamento estima a receita e fixa as despesas da União durante o ano.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou sem vetos o Orçamento de 2020.

De acordo com a Secretaria Geral da Presidência, o texto será publicado no Diário Oficial nesta segunda-feira (20).

Entre outros pontos, o Orçamento prevê R$ 2 bilhões para o fundo eleitoral em 2020; o salário mínimo; e o déficit nas contas públicas podendo chegar a R$ 124 bilhões.

Em outras pastas, o dinheiro do Orçamento fica dividido da seguinte forma:

  • Ministério da Saúde: R$ 135 bilhões;
  • Ministério da Educação: cerca de R$ 103 bilhões;
  • Ministério da Defesa: R$ 73 bilhões;
  • Ministério da Justiça e Segurança Pública: R$ 13,9 bilhões;
  • Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações: R$ 11,794 bilhões;
  • Ministério do Turismo: R$ 1 bilhão;
  • Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos: R$ 637 milhões;
  • Bolsa Família: quase R$ 30 bilhões;
  • Previdência: inicialmente, a previsão é gastar R$ 677 bilhões;
  • Despesas com pessoal: R$ 344 bilhões.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.