Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Organização britânica quer ver a China processada por pandemia

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

“O Partido Comunista Chinês não aprendeu lições com seu fracasso na epidemia de SARS”, diz coautor do relatório.

A organização conservadora Henry Jackson Society, do Reino Unido, publicou um relatório, nesta segunda-feira (6), onde acusa a China de violar os artigos Seis e Sete do Regulamento Sanitário Internacional (RSI).

Os artigos em questão tratam sobre a notificação de eventos que possam constituir emergência de saúde pública de importância internacional à Organização Mundial de Saúde (OMS), bem como o compartilhamento de informações durante esses eventos, destaca o jornal Gazeta do Povo.

O instituto britânico sugeriu que Pequim deve ser processada pela forma inicial como decidiu lidar com a epidemia de Covid-19.

A compensação a ser paga pela China poderia chegar a US$ 3,9 trilhões se as sete democracias mais ricas do mundo apresentassem queixas.

Matthew Henderson, um dos coautores do artigo, declarou:

“O Partido Comunista Chinês não aprendeu lições com seu fracasso na epidemia de SARS. Seus repetidos erros, mentiras e desinformação, desde o início da epidemia de Covid-19, já tiveram consequências muito mais mortais.”

O relatório do do grupo britânico ainda argumenta que o caso poderia ser lavado para:

  • Tribunal Internacional de Justiça;
  • Tribunal de Arbitragem Permanente;
  • Tribunais de Hong Kong;
  • Resoluções de disputas por meio de tratados bilaterais de investimento;
  • Ações na OMC (Organização Mundial do Comércio).
- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.