Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Organização e Estrutura da Força Aérea Brasileira

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Organização e Estrutura da Força Aérea Brasileira

Saiba como são organizados os Comandos, Departamentos e Órgãos ligados à Força Aérea Brasileira.

A Força Aérea Brasileira (FAB) é controlada pelo Comando da Aeronáutica (COMAER) e subordinada ao Ministério da Defesa.

Fundada no ano de 1941, a FAB forma as três forças militares constituídas no Brasil: Exército, Marinha e a Força Aérea.

A sua organização é dividida em três Comandos-Gerais e outros três Departamentos abaixo listados, além de outros órgãos relacionados ao funcionamento da aviação brasileira, civil e militar, e de pesquisa e desenvolvimento espacial.

Comando Geral das Operações aéreas – COMGAR

O COMGAR é o braço armado da Força Aérea Brasileira, comanda todas as unidades operacionais distribuídas pelo território brasileiro, detendo os principais meios aéreos e, portanto, responsável pela execução das Ações Militares Aeroespaciais do Comando da Aeronáutica.

Cabe ao COMGAR o comando, coordenação, planejamento, fiscalização, direcionamento, execução e avaliação do emprego de todas as Unidades da Força Aérea Brasileira, assim como a garantia da soberania do espaço aéreo Brasileiro, patrulha do mar territorial e das fronteiras, contando com aproximadamente 800 aeronaves de modelos variados.

Constituindo o COMGAR, ainda temos o Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA), o Centro de Comando e Controle de Operações Aéreas (CCCOA), além de quatro Forças Aéreas (FAe I, FAe II, FAe III e FAe V) e sete Comandos Aéreos Regionais (COMAR).

Comando Geral de Apoio – COMGAP

O COMGAP tem por finalidade o planejamento, gerenciamento e controle das atividades relacionadas ao apoio logístico, com divisões especificas para a manutenção, material bélico, aeronáutico, de engenharia, eletrônico, tecnologia da informação e segurança de voo.

Comando Geral do Pessoal – COMGEP

O COMGEP tem por finalidade a manutenção e o cuidado com todos os militares incorporados à Força Aérea Brasileira, bem como a sua formação e atividades relacionadas à documentação, saúde e segurança.

Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial – DCTA

AO DCTA tem por finalidade o planejamento, gerenciamento e realização das atividades relacionadas a ciência, tecnologia e inovação. Faz parte do departamento o Instituto de Tecnologia Aeronáutica (ITA), que oferece cursos de graduação e pós graduação em Engenharia Aeronáutica, Eletrônica, Mecânica, Infraestrutura Aeronáutica e de Computação, consolidados como os mais conceituados do país.

Departamento de Controle do Espaço Aéreo – DECEA

O DECEA tem por finalidade o planejamento, regulação e cumprimento de acordos, normas e regras internacionais relativos ao controle do espaço aéreo, através dos Centros Integrados de Defesa Aérea e Controle de Trafego Aéreo (CINDACTA) e dos Destacamentos de Controle de Espaço Aéreo (DTCEA), a este estão subordinados os Centros de Computação da Aeronáutica (CCA) e o 1º Grupo de Operações e Controle (1º GCC), que é composto por cinco esquadrões.

Departamento de Ensino – DEPENS

O DEPENS tem sob sua responsabilidade os órgãos de ensino da Força Aérea Brasileira, entre eles encontram-se:

Academia das Forças Armadas (AFA) – Responsável pela formação de oficiais aviadores, de intendência e da infantaria da FAB

Escola Especialista da Aeronáutica (EEAR) – Responsável pela formação de sargentos especialistas

Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) – Responsável pela instrução militar a futuros oficiais da FAB, graduados em cursos superiores em outras instituições de ensino superior.

Artigo escrito pelo colaborador Pablo Caixeta.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email