Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Oxford avança estudos sobre injeção de anticorpos contra coronavírus

Oxford avança estudos sobre injeção de anticorpos contra coronavírus
COMPARTILHE

Oxford também é responsável pelos estudos mais promissores na busca por uma vacina contra o coronavírus.

Cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, estão avançando estudos para tratamento da infecção por coronavírus com a injeção de anticorpos. 

Os pesquisadores disseram¹ que a terapia deve ser importante para idosos e pessoas que não respondam bem a uma eventual vacina, que ainda está em fase de desenvolvimento.

É importante ressaltar que tratamentos com anticorpos são diferentes de vacinas. 

No caso da injeção de anticorpos, a “defesa” do organismo é aplicada diretamente no sangue do paciente, cujo corpo fica instantaneamente armado para neutralizar o vírus.

Já no caso da tradicional vacina, o sistema imunológico da pessoa é estimulado a produzir sua própria defesa.

Nos dois casos, seja com vacina ou com a terapia com anticorpos, a intenção é reduzir ou impedir a replicação do vírus no organismo, acelerando a recuperação. 

Dos mais de cem protótipos de vacinas contra a Covid-19 em desenvolvimento atualmente no mundo, a da Universidade de Oxford é a que está na fase mais avançada² de testes. 

2 mil pessoas participarão³ dos testes desta vacina no Brasil — em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Referências: [1][2][3]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários