PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Pacheco não anula prisão determinada pela CPI da Pandemia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

"Eu confio no Senador Omar Aziz, confio nos membros da CPI", diz Pacheco.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), decidiu, nesta quarta-feira (7), não declarar a nulidade da prisão de Roberto Dias, ex-diretor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde.

A prisão foi decretada pelo presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), na tarde de hoje.

Dias permanece detido na delegacia da Polícia Legislativa do Senado.

Ao comentar sobre esta questão, Pacheco ressaltou que a comissão tem autonomia e “não há o que a Presidência do Senado tenha que fazer“:

“Presidindo o Senado dentro das suas muitas atribuições, não estou no dia a dia da CPI. Portanto, rendo aqui a minha confiança, a minha expectativa e o meu desejo de que o caminho dela seja virtuoso.”

Pacheco completou:

“Eu confio no Senador Omar Aziz, confio nos membros da CPI.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.