Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Padre da Itália é raptado por extremistas islâmicos no Níger

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Padre da Itália sequestrado Níger
Padre da Itália foi sequestrado por extremistas islâmicos no Níger.

Um padre italiano, Pierluigi Maccalli, foi sequestrado no Níger, na África Subsaariana, na madrugada desta terça-feira (18).

Em entrevista à agência vaticana “Fides”, o sacerdote Mauro Armanino, missionário em Niamey, capital do país africano, disse que o rapto é obra de “supostos jihadistas”.

Armanino declarou:

Há alguns meses, a região se encontra em estado de emergência por causa da presença de terroristas provenientes de Mali e Burkina Faso.

O padre italiano sequestrado já havia sido missionário na Costa do Marfim e trabalha na paróquia de Bomoanga, perto da fronteira com Burkina Faso. Suspeita-se que um dos motivos do sequestro possa ter sido sua atuação para evangelizar meninas vítimas de mutilação genital.

O Ministério Público de Roma abriu um inquérito por “sequestro de pessoas a fim de terrorismo”.

Situado na África Subsaariana, o Níger é um dos países de trânsito dos deslocados internacionais que partem das nações vizinhas, como a Nigéria, para chegar à Líbia e tentar cruzar o Mediterrâneo rumo à Itália.

O país fica no Sahel, espécie de cinturão árido abaixo do deserto do Saara, e, durante as gestões de Matteo Renzi e Paolo Gentiloni, era um dos focos da política externa da Itália para conter a crise migratória e o terrorismo.

Recentemente, Roma abriu uma embaixada em Niamey e enviou 50 milhões de euros para reforçar as fronteiras nigerinas, além de ter autorizado uma missão militar na nação africana, como parte de um plano para estabilizar o Sahel.

 

Adaptado da fonte ANSA

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias