Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Pai critica Black Lives Matter após morte da filha de 8 anos

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Pai critica Black Lives Matter após morte da filha de 8 anos
COMPARTILHE

“Eles dizem que ‘Vidas Negras Importam’, mas matam os seus próprios”, diz pai de garota assassinada.

Keisha Lance Bottoms, prefeita da cidade de Atlanta, nos Estados Unidos, afirmou, nesta segunda-feira (6), que os responsáveis pela morte a tiros de uma garota de 8 anos, no último sábado (4), foram membros da comunidade local, não policiais.

A jovem Secoriea Turner estava no carro com a mãe e outro adulto quando indivíduos armados atiraram contra o veículo.

Durante coletiva de imprensa, segundo a revista Time, a prefeita declarou:

“Existem manifestantes pacíficos em toda a cidade e em todo o país, e eu os aplaudo e agradeço por serem pacíficos e por honrar a vida de tantas pessoas que foram mortas nos Estados Unidos por causa de injustiça. Mas esse velho oeste selvagem, ‘atire neles porque você pode’, ele precisa parar. Tem que parar.”

Em um depoimento emocionante, neste domingo (5), Secoriya Williamson, pai da garota assassinada, disse que os defensores do movimento de extrema esquerda Black Lives Matter estão matando negros:

“Eles dizem que ‘Vidas Negras Importam’, mas matam os seus próprios. Eles mataram meu bebê porque ela atravessou uma barricada e fez um retorno? Vocês mataram uma criança. Ela não fez nada a ninguém.” 

O pai acrescentou:

“Black Lives Matter? Vocês estão matando os seus próprios. Vocês mataram uma criança de oito anos. Ela não fez nada com ninguém. Ela só queria chegar em casa para ver seu primo. Era tudo o que ela queria fazer.”

Confira o vídeo do desabafo do pai:

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.