Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Pais de bebê britânico perdem último recurso para salvá-lo

COMPARTILHE

Os pais do bebê britânico Alfie Evans perderam na noite dessa segunda-feira (23) o “último recurso” para manter os aparelhos do filho, que sofre de uma doença degenerativa, ligados.

O juiz da Suprema Corte do Reino Unido, Anthony Hayden, rejeitou as novas alegações dos representantes legais da família, depois que o Ministério de Relações Exteriores da Itália concedeu a Alfie cidadania italiana, na esperança de permitir uma “transferência imediata” para o hospital Bambino Gesu, em Roma.

De acordo com informações da revista Isto É:

Este é mais um recurso perdido pelos pais de Alfie para manter o tratamento do filho. Em fevereiro, o tribunal decidiu que o Hospital Infantil Alder Hey, em Liverpool, poderia retirar os aparelhos que o mantém vivo.

De acordo com o advogado de direitos humanos Pavel Stroilov, do Centro Legal Cristão, que representa os pais de Alfie, o juiz Hayden descartou qualquer reversão de sua decisão. “Depois de uma longa conversa telefônica, o juiz disse que não deveria haver mais demora”, explicou.

Alfie está em internado desde dezembro de 2016 com uma condição neurológica degenerativa não diagnosticada rara. O hospital argumentou que mantê-lo em um ventilador não é do “interesse dele” e qualquer tratamento adicional não é apenas “fútil”, mas também “indelicado e desumano”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE