Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Palestina condena abertura de escritório do Brasil em Jerusalém

Palestina condena abertura de escritório do Brasil em Jerusalém
COMPARTILHE

O presidente Jair Bolsonaro anunciou a abertura de uma representação do Brasil em Jerusalém.

A chancelaria da Palestina afirmou neste domingo (31) que tomará as decisões apropriadas após o Brasil anunciar a abertura de um escritório de negócios em Jerusalém.

“É uma violação flagrante ao povo palestino e seus direitos, bem como uma aprovação à pressão americana e israelense”, afirmou o chanceler palestino Riad Malki, sobre o novo escritório brasileiro na capital de Israel.

O principal diplomata da Palestina disse que a decisão do presidente da República, Jair Bolsonaro, tem como objetivo “perpetuar a ocupação, as atividades de assentamentos e a anexação da parte ocupada de Jerusalém”, além de “impor à força” a lei israelense na região.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, por outro lado, ficou bastante satisfeito com a decisão do governo brasileiro.

“É um primeiro passo para que a embaixada chegue a Jerusalém”, declarou o líder israelense.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários