Português   English   Español

Palestina critica posição de Bolsonaro sobre embaixada em Jerusalém

Palestina critica posição de Bolsonaro sobre embaixada em Jerusalém

Enquanto Israel celebra a decisão de Jair Bolsonaro de levar a embaixada brasileira para Jerusalém, a Palestina atacou a decisão do futuro presidente do Brasil.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, chamou a decisão de Jair Bolsonaro de “passo histórico, certo e emocionante”.

Por outro lado, o embaixador da Palestina em Brasília, Ibrahim Zeben, afirmou que, se efetivada, a mudança representará um “erro de cálculo e um desvio da posição tradicional do Brasil de respeito ao direito internacional”.

Zeben ainda não jogou a tolha sobre o tema e espera que a decisão venha a ser revista pela futura equipe de governo. Sobretudo, porque o Itamaraty sempre se opôs ao reconhecimento brasileiro de Jerusalém como a capital de Israel.

Bolsonaro confirmou a transferência da embaixada nesta quinta-feira (1º), a exemplo do que os Estados Unidos fizeram em maio passado, durante sua primeira entrevista coletiva para jornais brasileiros.

O presidente eleito declarou:

Se o Brasil mudar a capital para o Rio de Janeiro, mudou, não tem problema. Eu não vejo um clima pesado de você mudar a embaixada em Israel, não vejo nenhum problema. Não é questão de vida e de morte. Com todo o respeito que temos pelo povo de Israel, temos pelo povo árabe.

E acrescentou:

Aqui é um país onde todos convivem pacificamente. Não queremos criar problemas com ninguém. Queremos fazer comércio com o mundo todo, buscar vias pacíficas para resolver os problemas.

 

Adaptado da fonte Veja

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...