Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Palestina diz aos EUA que não aceitará chantagem

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Palestina diz aos EUA que não aceitará chantagem

A proposta de um fórum econômico no Bahrein como parte de um plano de paz com Israel planejado pelos Estados Unidos não foi bem aceita pela Palestina.

O assessor principal da Casa Branca, Jared Kushner, e o enviado da Casa Branca para o Oriente Médio, Jason Greenblatt, lideram a redação do documento que até agora os palestinos dizem desconhecer e cuja primeira parte, apenas econômica, deve ser apresentada neste fórum.

A Frente Popular para a Libertação da Palestina (PFLP) na Faixa de Gaza considerou que o fórum promovido por Washington é uma tentativa de “suborno depois de impor um bloqueio e implementar uma política para matá-los de fome”.

Mohammed Shttayeh, membro do alto escalão do governo palestino, reagiu nesta segunda-feira (20) dizendo que a solução para a região “é política” e que não aceitará uma “chantagem”.

Shttayeh declarou que os palestinos “não buscam melhorar as condições de vida sob ocupação”, mas o estabelecimento de um Estado independente.

O secretário-geral para a Organização da Libertação da Palestina (OLP), Saeb Erekat, afirmou que os palestinos não foram convidados a participar da reunião e que a administração de Donald Trump já está implementando a parte política do plano, “como Jerusalém, os assentamentos e os refugiados, entre outros”, informa a agência EFE.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email