Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Palestina diz que política dos EUA é feita por ‘extremistas’

Palestina diz que política dos EUA é feita por ‘extremistas’
COMPARTILHE

Porta-voz da Palestina afirmou que o governo dos Estados Unidos não tem a “maturidade política necessária”.

A Palestina denunciou uma política americana feita por “extremistas” e condenou as declarações do embaixador dos Estados Unidos em Israel, segundo as quais o Estado hebreu tem direito a anexar “uma parte” da Cisjordânia ocupada.

“Sob algumas circunstâncias […] acho que Israel tem direito a conservar uma parte da Cisjordânia, mas não toda”, disse o embaixador americano no Estado hebreu, David Friedman, neste sábado (8), em entrevista ao jornal The New York Times.

Em um comunicado publicado no mesmo dia, o porta-voz do governo palestino, Ibrahim Melhem, condenou as declarações de Friedman e denunciou uma política estrangeira dirigida por “um grupo onde alguns não têm a maturidade política necessária e entre os quais há extremistas”.

No Twitter, o número dois da Organização para Libertação da Palestina (OLP), Saeb Erekat, classificou Friedman de “embaixador extremista dos colonos” israelenses.

E, segundo a agência AFP, acrescentou: “sua visão consiste em anexar um território ocupado, um crime de guerra segundo o Direito Internacional”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE