Palestina perdendo influência na América Latina

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A histórica decisão dos Estados Unidos de transferir embaixada para Jerusalém foi seguida por Guatemala, Paraguai e, em breve, Honduras.

Estas decisões estão fazendo a Palestina temer a perda de terreno na América Latina para a influência da Casa Branca de Donald Trump.

Porta-voz do partido palestino Fatah, Mohammed Odeh, declarou:

Os Estados Unidos estão buscando, de todas as maneiras, que outros países transfiram suas embaixadas e recorre a países mais pobres oferecendo dinheiro.

O líder da Palestina, Mahmoud Abbas, realiza nesta semana uma viagem à Venezuela, Chile e Cuba para tentar reforçar as relações com estes países. O muçulmano pedirá para que eles não sigam os passos da Guatemala e do Paraguai, que mudarão neste mesmo mês suas embaixadas.

De acordo com informações do BOL:

EUA se transformarão no primeiro país a mudar a localização da embaixada, na segunda-feira, transgredindo o consenso internacional de não reconhecer Jerusalém como capital nem palestina e nem israelense até que ambas as partes alcancem um acordo.

“Os países transferirem suas embaixadas para Jerusalém Ocidental não é tão grave, o problema sério seria se fizesse isso a Jerusalém Oriental”, território palestino ocupado, afirma Odeh tentando diminuir importância ao fato.

Na sua opinião, “dois ou três transferirem as embaixadas não representa uma grande mudança para a causa palestina”.

No entanto, acredita que esse não é o caminho e que os países latino-americanos deveriam “influenciar para que Israel acate a legislação internacional e as resoluções da ONU”, e adverte que “as mudanças não favorecem nenhum processo de paz vindoura”.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.