- PUBLICIDADE -

Palestino condenado à prisão perpétua por assassinatos na Cisjordânia

Palestino condenado à prisão perpétua por assassinatos na Cisjordânia

- PUBLICIDADE -

Palestino lançou os ataques em dezembro de 2018 contra israelenses na Cisjordânia ocupada.

Um tribunal militar condenou, nesta quarta-feira (24), à prisão perpétua um palestino reconhecido como culpado pelos assassinatos de três israelenses. 

Entre os mortos estava um bebê prematuro de uma mulher grávida ferida no ataque.

Asam Barguti foi condenado por homicídio e tentativa de assassinato.

“Hoje, o tribunal militar da Judeia condenou o terrorista Asam Barguti a quatro penas perpétuas consecutivas”, informou o órgão em comunicado.

Mais de 450 mil colonos de Israel lideram uma coexistência às vezes conflituosa com cerca de 2,8 milhões de palestinos na Cisjordânia.

Referências: [1]

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -