Português   English   Español

Palocci apresenta provas da delação que ameaça implicar Lula

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Ex-ministro foi um dos homens fortes dos governos petistas de Lula e Dilma Rousseff. Polícia Federal recomenda concessão de benefícios a Palocci pela cooperação dele

O desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), recebeu na segunda-feira (24) um relatório da Polícia Federal com as provas apresentadas pelo ex-ministro Antonio Palocci em seu acordo de colaboração premiada.

O acordo de delação foi homologado em junho por Gebran. Palocci foi um dos homens fortes dos governos petistas dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff. Ele foi ministro da Fazenda de Lula e da Casa Civil de Dilma.

Em abril, ele assinou o acordo de colaboração premiada com a PF. O ex-ministro está preso na Superintendência da PF em Curitiba desde 2016.

Palocci foi condenado pelo juiz Sergio Moro em junho do ano passado a 12 anos de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Com a delação, ele espera aliviar a pena e deixar a prisão antes do fim deste ano.

 

Adaptado da fonte Gazeta do Povo

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações