Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Pandemia de trapaça gera paranoia no xadrez online

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

Pandemia de trapaça gera paranoia no xadrez online
COMPARTILHE

A paranoia se tornou o novo normal no xadrez online por causa de uma pandemia de trapaça.

O xadrez online registrou um grande boom este ano em meio ao isolamento social promovido pela pandemia de coronavírus

Mas com isso surgiu um novo problema: um aumento significativo no uso de poderosas calculadoras de xadrez para trapacear. 

O professor Kenneth Regan, um dos mais conhecidos “detetive do xadrez”, disse que a pandemia estava “sem dúvida criando uma crise” no cenário.

No cerne do problema estão programas que podem calcular rapidamente movimentos quase perfeitos em qualquer situação. 

Para combater esses ‘cheats’, os jogadores do nível mais alto devem concordar em ser gravados por várias câmeras, estar disponíveis no Zoom ou no WhatsApp a qualquer momento e conceder acesso remoto aos seus computadores. 

Em alguns torneios, os jogadores não têm permissão para deixar a frente das suas telas, até mesmo para ir ao banheiro. 

“A paranoia se tornou o novo normal. Há uma visão muito romântica do jogo que está sendo destruída”, disse um especialista ouvido pelo jornal britânico The Guardian.

Chess.com, o maior site do planeta sobre xadrez, já registrou 12 milhões de novos usuários até agora em 2020, contra 6,5 milhões no ano passado. 

A taxa de trapaça saltou de 5 mil para 6 mil jogadores banidos a cada mês no ano passado para quase 17 mil em agosto.

Um caso de ampla repercussão aconteceu recentemente no torneio “PRO Chess League”, quando o St Louis Arch Bishops, uma equipe formada por jogadores de primeira linha dos Estados Unidos, perdeu na final para o azarão Armênia Eagles.

A vitória do time da Armênia se deu por conta do desempenho de Tigran Petrosian, um jogador armênio nº 260 do mundo, que surpreendeu os comentaristas do evento com sua vitória sobre Fabiano Caruana, segundo colocado no ranking mundial.

Petrosian atribuiu seu desempenho ao gin que bebeu durante a partida. Mas observadores apontaram que ele parecia estar desviando o olhar da tela com frequência.

Mais tarde, o Chess.com anulou as vitórias do time armênio e baniu Tigran Petrosian para sempre. Confira o momento em que Tigran derrota Caruana.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram