Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Papa encontra padre dos EUA conectado ao movimento LGBT

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Papa encontra padre dos EUA conectado ao movimento LGBT
COMPARTILHE

O padre disse que a audiência de 30 minutos com Francisco foi “um sinal claro da atenção pastoral profunda (do papa) aos católicos LGBT e às pessoas LGBT”.

O papa Francisco ofereceu uma audiência privada de grande destaque ao padre jesuíta James Martin, dos Estados Unidos.

O proeminente religioso foi alvo de duras críticas por grupos católicos e veículos de mídia conservadores por ministrar para homossexuais.

Martin, jesuíta como o papa, é autor do livro de 2017 “Construindo uma Ponte: Como a Igreja Católica e a Comunidade LGBT Podem Iniciar um Relacionamento de Respeito, Compaixão e Sensibilidade”, informa a agência Reuters.

Em mensagem publicada no Twitter após o encontro com o papa, Martin disse que “compartilhou com ele as alegrias e esperanças e as tristezas e ansiedades dos católicos LGBT e das pessoas LGBT de todo o mundo. Fiquei muito grato de me encontrar com este pastor maravilhoso”.

Um dos blogs conservadores que criticam Martin com frequência, o Rorate Caeli, tuitou logo depois que a audiência veio a público: “É a festa da Santa Roma Gay”. Em outro tuíte, o Rorate Caeli disse: “Se isso não é um endosso, nada é.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram