Português   English   Español
Português   English   Español

Papa Francisco evita que fiéis beijem seu ‘anel do pescador’

Papa Francisco evita que fiéis beijem seu 'anel do pescador'
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Cenas intrigantes do papa Francisco estão repercutindo nas redes sociais e dividindo opiniões.

O papa Francisco recebeu fiéis em um santuário católico em Loreto, na Itália, na última segunda-feira (25).

Uma cena polêmica aconteceu durante o breve encontro do pontífice com os cristãos. Quando as pessoas tentavam beijar o anel do líder máximo da Igreja Católica, ele recuava bruscamente a mão.

O item de ouro, chamado de “anel do pescador”, em referência ao apóstolo São Pedro, que era um pescador, é destruído depois do fim do papado.

Um site católico conservador norte-americano, o LifeSiteNews, classificou o episódio como “perturbador” na manchete de um artigo que incluía uma longa história dos anéis que os papas usam e de seu significado.

Antes de prosseguirmos com a matéria, é importante que você assista o vídeo e tire suas próprias conclusões:

Nas redes sociais, principalmente no Twitter, a ação foi alvo de intensas críticas.

O biógrafo papal Austen Ivereigh, defensor de Francisco, contra-atacou:

“Ele está se certificando de que eles se envolvam com ele, não o tratem como uma relíquia sagrada. Ele é o vigário de Cristo, não um imperador romano”.

De acordo com jornais italianos, Francisco evita ter a mão beijada porque pensa ser esse um modo excessivo de reverência.

Observadores do Vaticano destacaram que Bento 16 e João Paulo II, antecessores de Francisco, também não gostavam de ter suas mãos beijadas, registra o Metrópoles.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!